ACESSO CLIENTE »

Notícias »

Produção de veículos despenca 25,3% em maio

imagem da noticia

País produziu 210,1 mil unidades no mês passado, nível próximo ao de 2005, segundo dados da Anfavea. No acumulado do ano houve baixa de 19,1%

A produção de veículos no Brasil caiu 25,3% em maio na comparação com o mesmo mês de 2014, para 210,1 mil unidades, informou nesta segunda-feira a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Com este nível de produção o setor retorna ao ano de 2005, quando a produção alcançou 207.369 unidades. Na comparação com abril deste ano, o recuo foi menor: 3,4%. No acumulado de janeiro a maio houve baixa de 19,1%, para 1,09 milhão de unidades, ante o mesmo período do ano anterior.

"Com este nível de produção retornamos ao ano de 2005, com um destaque extremamente negativo, a produção de caminhões, que retorna a maio de 1999", afirmou o presidente da Anfavea, Luiz Moan, em coletiva.

O resultado é reflexo das medidas de corte de produção adotadas pelas montadoras nos últimos meses para tentar diminuir estoques e adequar o nível de produção à baixa demanda do mercado. No mês passado, fábricas como Fiat, GM e Mercedes concederam férias coletivas e licenças remuneradas, colocaram grupos de metalúrgicos em lay-off (suspensão temporária dos contratos) ou promoveram paradas técnicas estratégicas.

Já as vendas tiveram baixa de 27,5% em maio sobre o mesmo mês de 2014, para 212,7 mil veículos. Na comparação com abril, o recuo foi de 3% e, no acumulado do ano, caíram 20,9%, para 1,106 milhão de unidades. "As vendas de maio foram bastante piores do que esperávamos", disse Moan.

Para o ano de 2015, a Anfavea revisou para queda de 17,8% a previsão para o resultado da produção de veículos no país, ante expectativa anterior de retração de 10%, divulgada em abril. Para as vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus, a indústria prevê agora baixa de 20,6% em 2015, frente a uma projeção anterior de queda de 13,2%.

Estoques - O estoque total de veículos nos pátios das concessionárias e das montadoras caiu de 367,2 mil unidades em abril deste ano para 361,1 mil em maio. Com o crescimento, o estoque total de veículos em maio era suficiente para 51 dias de vendas, ante 52 dias em abril (considerando o ritmo de vendas de maio). O setor considera ideal um estoque equivalente a 30 dias de vendas.

Demissões - Apenas em maio, a indústria automotiva brasileira eliminou 1.380 vagas, segundo a Anfavea. Após as recentes medidas de ajuste da produção à baixa demanda, o setor encerrou o quinto mês do ano com 138.200 empregados, 1% a menos do que em abril e 9,2% menor do que o contingente de trabalhadores de maio do ano passado. Com esses cortes, a indústria automotiva já demitiu 6,3 mil empregados em 2015.

Fonte: veja.com

Publicada em: 08/06/2015 13:27

Rua Dona Francisca, 8.300, Bloco L, Sala 20
Distrito Industrial, Joinville SC. Veja no mapa»

Fale Conosco:
47 3028-7574

Facebook Twitter Linkedin